Deu no Blog do Coach hoje, dia 15 de maio, 2 dias antes do prazo máximo para registrar as candidaturas para concorrer à eleição da Confederação marcada para o dia 9 de junho:

Candidato da situação desiste de concorrer as eleições da CBDA

Sérgio Luiz Sampaio Lacerda Silva, o Serjão, ex-Presidente da Federação Baiana de Desportos Aquáticos não vai mais concorrer a presidência da CBDA como candidato da situação. Serjão registrou sua chapa em novembro do ano passado tendo como vice o ex-Presidente da Federação Aquática de Santa Catarina, Marcelo Amin.

Serjão é figura bastante identificada com as águas abertas no país e esteve no final de semana acompanhando as seletivas da modalidade para o Mundial em Foz do Iguaçu, no Paraná. A amigos e correligionários, Serjão revelou que a pedido de sua família e por razões de saúde não irá concorrer no pleito marcado para o dia 9 de junho.

Esta é a segunda vez que a chapa de situação sofre mudanças. Anteriormente, o candidato inicial era o supervisor de natação Ricardo de Moura que retirou o seu nome após ter sido arrolado nas acusações do Ministério Público Federal.

Pelas novas regras determinadas pela Juíza Simone Gastesi Chevrand estão abertas o registro de chapas até quarta-feira, dia 17 de maio. Resta saber se teremos uma nova chapa representando a situação contra a já confirmada chapa de oposição com Miguel Cagnoni e Luis Fernando Coelho.

O colégio eleitoral pelas novas regras determinadas pela justiça incluem além das 27 federações estaduais, o conselho dos atletas e mais todos os clubes que participaram dos campeonatos nacionais dos cinco esportes aquáticos do país na temporada passada. Todos os clubes que desejarem ter direito a voto no pleito de 9 de junho devem oficializar sua condição de voto junto a CBDA até o dia 31 de maio.

A notícia que parece bombástica vem depois de outra publicada pela manhã, uma entrevista feita por carta com o ex-superintendente da CBDA, Ricardo de Moura, pelo repórter Demétrio Vecchioli (https://olharolimpico.blogosfera.uol.com.br/2017/05/15/exclusivo-ex-dirigente-da-cbda-preso-em-bangu-8-se-defende-e-ve-retaliacao-do-mp/). Ao que parece, sempre que Moura se pronuncia, algo grande acontece. Antes da prisão, espalhava por Whatsapp um discurso de inocência quando na verdade era uma vitória de um recurso julgado por uma turma de juízes que havia decidido que a primeira ação movida pelo Ministério Público Federal deveria ser remetida ao Rio de Janeiro.

Adotamos um tom moderado com relação à notícia.

Não parece ser tudo verdade. A ganância não combina com razão.

Alguns nomes são jogados ao vento como solução para a continuação do legado de Coaracy. Sim, continuação porque todos os nomes estavam envolvidos diretamente com o ex-presidente preso e com Moura.

Ou seja, além de oportunismo barato, é mais uma solução-tampão de um projeto de poder que distribuía privilégios, gastava-se demais, retornava-se de menos e colocavam as Federações, atletas, técnicos e clubes altamente dependentes de uma cúpula que, como comprovado, geriram muito mal (muito) dinheiro público.

Enquanto isso, a chapa de oposição continua firme, limpa, transparente, cumprindo as regras do jogo.

Uma estabilidade que a entidade precisa.

Share →

One Response to Chapa da situação desiste da eleição. Parece.

  1. Maria das Dores disse:

    AMANHA A LINHAGEM DO (FLUMINENSE DIGA-SE) COARACY, RICARDO DE MOURA APRESENTA SEU CANDIDATO A SUCESSOR – CYRO DELGADO … mais uma vez pularam para escapar do vexame de terem os DOIS CANDIDATOS IMPUGNADOS ! esse muro será arrebentado !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *