Uncategorized

“Apenas São Paulo não me apoiou”

A frase acima é do presidente da CBDA, Coaracy Nunes Filho, em entrevista ao jornalista José Cruz, numa reportagem publicada ontem, dia 19, no portal UOL:

Captura de Tela 2013-02-20 às 14.51.57

 

Você poderá conferir a reportagem completa clicando aqui.

O foco da reportagem de Cruz, que também é colunista/blogueiro, é em cima do conflito de patrocinadores entre a CBDA e o maior nome da natação brasileira César Cielo. A CBDA tem um contrato em vigor com os Correios de mais de 20 milhões. Cielo tem um contrato com a Embratel, e apesar de vestir uma camiseta dos Correios, sempre dava preferência ao uniforme com a logomarca da Embratel.

Dá a entender que Cielo não é patrocinado pelos Correios. Ou que recebe bem menos que a Embratel.

Mas o que quero focar é essa frase do título: “Apenas São Paulo não me apoiou”.

O gancho para esta frase foi sobre a eleição marcada em 9 de março, explicando que a chapa Muda CBDA não foi registrada porque não tem apoio de 5 Federações Aquáticas e gabando-se de ter o apoio por escrito (embora nunca tenha mostrado publicamente) de 26 das 27 Federações Aquáticas filiadas à CBDA. Quem não o apoia? A Federação Aquática Paulista.

logomarca

 

Notadamente, é a maior Federação Aquática do país. Em número de atletas, filiados, funcionários e faturamento. Organiza mais de 100 eventos por ano. De acordo com levantamento realizado no Ranking Swim It Up! 2012, de 241.530 resultados de atletas no ano passado, 70.302 são de São Paulo, ou 29%. Mais: 4.882 de 21.298 atletas pertencem à equipes sediadas em São Paulo. Ou quase 23%.

Um quarto do Brasil está sob a tutela da Federação Paulista.

E Coaracy diz que “apenas São Paulo” não o apóia? Então não será unanimidade. Já é um avanço em 24 anos de Coaracy no poder da CBDA.

Na reportagem também vemos como é míope a visão e imediatista os objetivos da CBDA em relação aos próximos quatro anos:

Dos R$ 22 milhões dos Correios, R$ 10 milhões são “carimbados”, isto é, tem aplicação específica no Projeto Medalhas Rio 2016. Nesse projeto, o governo federal investirá mais recursos na preparação dos atletas com potencial de chegarem às finais olímpicas. Já o apoio do Bradesco está garantido até 2016, segundo o dirigente.

“Na CBDA, vamos concentrar esforços na natação e na maratona aquática.  É aí que temos chances de conquistar medalhas”, afirmou Coaracy Nunes.

Quase 50% da verba dos Correios é para um projeto que visa uma única competição. Mas a realização completa só se dará, claro, se os Correios renovarem o contrato em 2014.

E das 5 modalidades, explicitamente jogou para escanteio o polo aquático, saltos ornamentais e nado sincronizado. Pois afinal, a medalha é o objetivo último. Além disso, leva muito tempo para dar condições a um atleta com condições de medalha – já que a formação leva tempo.

Ao contrário de muitos, sou da opinião que não é função de uma Confederação ou Federação “formar” o atleta, mas sim dar a eles condições de nível competitivo, quando este o atingir. Quem forma o atleta, na minha opinião, é uma combinação: ele próprio, sua família e o seu técnico. O clube? O clube depende porque existem clubes sociais e clubes esportivos.

Mas para Coaracy, despejar dinheiro em 5 a 10 atletas para obter medalhas é muito melhor que planejar a longo prazo, organizar uma clínica com antecedência ou ainda fazer coisas simples, como divulgar uma convocação oficial corretamente.

Querem nos cegar com a magia da Roma antiga, o “pão e o circo”, assunto que já havia escrito há mais de 2 anos atrás (vocês podem ler clicando aqui). Mas eu não caio nessa. E você?

3 Comments
  1. Rafael 8 anos ago
    Reply

    É uma brincadeira o que o presidente da nossa entidade máxima do esporte faz. De uma prepotência e arrogância sem igual. Caminhamos para um ciclo de 27 anos à frente da CBDA! Inviável, intolerante e inconsequente. Não é repassando verbas milionárias nas mãos de poucos atletas, que vamos construir uma natação ideal em termos de resultados e avanços. Digamos que em 2016, consigamos 5 medalhas olímpicas nos esportes aquáticos, numa previsão otimista. E depois? A maioria dos atletas de ponta de hoje, estarão se aposentando, será necessário iniciar mais um ciclo olímpico visando 2020. E a base? E os projetos para a natação da base? Infelizmente estaremos tampando o sol com a peneira…

  2. Guto 8 anos ago
    Reply

    Quem leu o texto completo deve ter reparado que, em 2000 o Coaracy disse que sairia e não saiu. Como acreditar que sairá em 2016? O pior é que daqui algum tempo não teremos mais base pra investir, pois a molecada tá interessada em video game e sedentarismo. Não havendo uma ação pra mudar este “roteiro”, nosso futuro esportivo será deprimente…

  3. Luis Henrique 8 anos ago
    Reply

    Alguem poderia perguntar ao Presidente quando, de novo, quando ele apoiou algumas das outras modalidades na CBDA que não fosse a Natação? Será que ele deu esta informação aos 27 presidentes de Federações? Será que ele disse isso ao COB? Se disse o que responderam estes presidentes e o COB? Será que ele já deu ciência desta decisão aos clubes que apoiam e investem no Polo Aquático, Saltos Ornamentais e Nado Sincronizado? Acho que depois desta declaração os clubes que reúnem estas modalidades deveriam se ausentar de competições promovidas pela CBDA. Deveriam proibir o presidente da CBDA de chegar perto dos seus clubes em dias de competições destes esportes. Deveriam considera-lo PERSONA NON GRATA!!!!!!!

Leave a Comment

Your email address will not be published.

You may also like